Os segredos do italianíssimo risoto com funghi

Os segredos do italianíssimo risoto com funghi

Não dê ouvidos a quem diz que é fácil preparar um risoto com funghi. O seu preparo é muito trabalhoso mas não desanime se nas primeiras tentativas ele não saia como aquele do restaurante.
Neste artigo, iremos revelar alguns segredos deste prato típico da região do Veneto mas é necessário seguir as nossas instruções com muita atenção.

O tipo de arroz…

Este é o ponto mais importante para um risoto com funghi porque existem vários tipos de arroz. Os mais fáceis de encontrar no Brasil são o Carnaroli, o qual nos aconselhamos, e o Arborio, que é mais recomendado para preparações a base de peixes.
Mais pra frente veremos como a escolha do arroz é fundamental para o tempo de cozimento.

Quantidade de arroz…

Utilizar um copo médio para cada pessoa mais um final, por exemplo, para 4 pessoas= 4 + 1 de copos.

Ingredientes do risoto com funghi para 2 pessoas:

  • 3 copos de arroz
  • 25/30g de funghi secos
  • 1 dente de alho
  • 1 litro e meio de caldo de carne
  • 3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
  • Vinho branco q.b.
  • Azeite e manteiga

Passo 1: funghi

Em uma tigela com água fervente coloque o funghi por 10 minutos. Filtre a água com o auxílio de uma peneirinha e reserve a água para cozinhar depois. Corte o funghi em pedaços pequenos.

Passo 2: o caldo de carne

Esquente o caldo de carne em uma panelinha e deixe-a ao lado da panela em que o arroz será cozido. É importante que durante toda a preparação o caldo permaneça quente, por isso deixe-o sempre em fogo baixo.

Passo 3: refogar e tostar

Escolha uma frigideira. É fundamental que o arroz seja preparado em uma frigideira grande com lados baixos para que se distribua bem na parte inferior.
Refogue o alho amassadinho e o funghi com um pouco de azeite e manteiga. Adicione então o arroz e toste-o. Este é um passo muito importante: tostar o arroz serve para fechar os seus poros e fazer com que ele não fique empapado depois.
Para tostar o arroz é necessário despejar a metade de um copo de vinho sobre ele e que ele esteja bem distribuído em todo o fundo da panela. Para entender quando é devidamente tostado, coloque a palma da sua mão perto do arroz, se é bem quente quer dizer que está pronto.

Passo 4: cozinhar

Um vez que o arroz está torrado é o momento do caldo de carne. Neste momento você tem que escolher: se você quer o arroz seja mais sequinho, coloque um pouco mais de caldo (aproximadamente 1 litro) no início e em fogo médio deixe o caldo secar mas não mexa no arroz. Uma vez que o caldo é absorvido, adicione o restante um pouco de cada vez, mexendo muito pouco o arroz.
Se você preferir como nós um risoto com funghi mais cremoso, despeje o caldo um pouco de cada vez, o suficiente para cobrir o arroz e continue a girar. Neste modo o arroz vai liberar o amido, misturando todos os sabores. Toda vez que o caldo secar, adicione mais caldo até o fim do cozimento. Perto do final, adicione ao caldo de carne a água que foi filtrada do funghi.
O arroz Carnaroli é o mais indicado para um risoto com funghi mais cremoso mas se você estiver usando o Arborio gire menos o arroz.

Passo 5: cremosidade e como servir

Geralmente o arroz Carnaroli leva de 16 a 18 minutos para cozinhar, o Arborio de 15 a 17. Para ver se ele está pronto prove alguns grãos, eles devem ser duros mas não crus (na prática, se você corta um grão ele não deve ser branco no meio). Desligue o fogo, adicione outra colher de sopa de manteiga, o parmesão e deixe repousar (em italiano “mantecare”) por alguns minutos. Sirva o risoto com funghi em um prato rigorosamente frio!

Harmonização do risoto com funghi com vinhos

Vinhos brancos ou tintos neste caso não fazem quase muita diferença, desta vez você pode dar prioridade aos seus gostos pessoais. Recomendamos um branco macio, fresco e com uma certa sapidez como Chardonnay se você gosta de um risoto com funghi cheio de parmesão e manteiga mas se o seu for mais “light” recomendamos então um tinto como  de média estrutura como o Dolcetto d’Alba.
Se você quiser surpreender, antes de cozinhar coloque na geladeira um espumante Franciacorta e deguste o seu risoto acompanhado das suas borbulhas elegantes.

Curtindo a nossa Pagina FB e você pode sempre ser atualizado sobre as nossas novas dicas!

Também poderá te interessar:

40 Comments

  1. Hum vou fazer este risoto…é trabalhoso mas com certeza vale a pena…

    Reply
    • Ola Maria,
      O risotto é sempre um prato que requer muita dedicaçao mas vale muito a pena.
      Conta pra gente depois como ficou 🙂
      Um grande abraço

      Reply
  2. Posso utilizar outro queijo que não seja o parmesão?

    Reply
    • Claro Dali! O importante que seja um queijo para ralar de sabor não muito forte assim que não va cobrir o sabor dos funghi.

      Reply
  3. Posso utilizar outro queijo que não seja o parmesão?

    Reply
    • Claro Dali! O importante que seja um queijo para ralar de sabor não muito forte assim que não va cobrir o sabor dos funghi.

      Reply
  4. Gostaria de dicas de o que servir antes e durante o jantar para acompanhar o risoto funghi ? De pratos e não bebidas

    Reply
    • OLA AGDA,
      O risotto com funghi é um prato importante, saboroso e substancioso. Entao antes te aconselhamos a servir crostoni com varios tipos de pates ou talvez uma bruschetta. Na Italia nao comemos nada para acompanhar o risotto mas servimos um outro prato depois (o segundo). Pode ser um roastbeef com batatas, por exemplo.

      Reply
  5. Gostaria de dicas de o que servir antes e durante o jantar para acompanhar o risoto funghi ? De pratos e não bebidas

    Reply
    • OLA AGDA,
      O risotto com funghi é um prato importante, saboroso e substancioso. Entao antes te aconselhamos a servir crostoni com varios tipos de pates ou talvez uma bruschetta. Na Italia nao comemos nada para acompanhar o risotto mas servimos um outro prato depois (o segundo). Pode ser um roastbeef com batatas, por exemplo.

      Reply
  6. Ficou uma delícia, mas ao final ao invés de colocar manteiga e parmesão, coloquei duas colheres de creme de leite fresco e pedaços de queijo roquefor… pensa numa delicia!!!! AMEI!!!

    Reply
    • Que otimo Lilian, vamos fazer pra experimentar também, obrigada pela dica 😉

      Reply
  7. Eu fiz e ficou demais! Rende muitoooooooo. Maravilhoso, digno de restaurante!!!!!

    Reply
    • Querida Marina, muito obrigada mesmo pela sua mensagem, adoramos quando as receitinhas dão certo. Um grande abraço!

      Reply
  8. Boa tarde,

    Usam caldo de carne industrializado? Se sim, qual marca?
    Normalmente acho o sabor muito artificial!

    Muito obrigada!

    Roberta

    Reply
  9. mto boas as dicas

    Reply
    • Muito obrigada Valter 🙂

      Reply
  10. Excelente dica! Vou testar hoje! Rs
    Tenho algumas dúvidas, para um risotto para 6 pessoas, como haverá mais arroz, qual a quantidade de caldo de carne aconselhariam? E qual a proporçao do “knorr” para agua do caldo?
    Vi em comentarios acima que a porçao rende bastante, para 6 pessoas, 7 copos seria muito?
    Obrigada pela atençao!

    Reply
    • Me desculpe adriana pela demora, so agora vimos o seu comentario. De qualquer maneira em teoria seriam 400gr de arroz para 1 litro e meio de caldo de carne. Geralmente com um quadradinho de caldo de carne voce faz 1 litro e meio cerca. 7 copos vao bem mas lembre-se que menos voce faz mais saboroso fica.

      Reply
  11. Olá !! Fiz hj e ficou uma delícia. 1 caneca de arroz arbório, 40 gramas de funghi seco, 1 cubo de caldo de galinha, 1/2 cebola média refogada na margarina e um filete de azeite de oliva, e mais um outro tanto para refogar o arroz. Coloquei 1 copo pequeno de espumante, sal marinho e sal da Pércia, o fungui picado e lascas finas de parmesão. Ficou úmido e maravilhoso. Só ñ coloquei tempero verde. Serviu mt bem p/ 2 pessoas…tava 10, delí !!!

    Reply
    • Olà Enéri,
      GRAZIE!

      Reply
  12. adorei!
    vou experimentar fazer!
    ótimo site, com dicas muito interessantes! parabéns

    Reply
    • Obrigado KAtia!
      Depois conta-nos!

      Reply
  13. Olá, já fiz essa receita do Risoto com funghi algumas vezes e ficou uma delicia para duas pessoas. O problema que alguns amigos me pediram para cozinhar essa receita e serão para 12 pessoas, o que vcs recomendam eu fazer para não me perder no preparo? Mudo alguma proporção? ou faço duas receitas em panelas separadas? tenho receio de dar diferença nos pratos. Obrigado pela ajuda.

    Reply
    • Ola Leonardo,
      melhor se vc faz em 2 panelas porque è necessario que o arroz fique bem distribuído em todo o fundo da panela.

      Ciao!

      Reply
  14. posso usar a pasta riso para fazer o risoto?

    Reply
    • NAO!!!!

      Reply
  15. Se não me engano, os franceses finalizam o risoto com creme de leite e os italianos com manteiga e parmesão, estou errada?

    Reply
  16. Receita perfeita.
    Me assustei com o cheiro do Funghi, mas depois de tudo pronto, ficou perfeito.

    Reply
  17. Fiz e amei a receita! Usei o arroz arborio, pois já tinha em casa. Foi a primeir vez que fiz risoto, as dicas foram certeiras!
    Também fiz como segundo prato uma maminha assada e aspargos.

    Reply
    • Que bem!

      Reply
  18. Para quem não come carne nem esses caldos industrializados com gosto artificial horroroso, o que vcs recomendam que se coloque no lugar desses caldos?

    Reply
    • Oi Eliane, tudo bem?
      Faça um caldo vegetal em casa mesmo. E’ facinho, existem varias receitas na internet.
      Abraços.

      Reply
  19. S E N S A C I O N A L! Receita maravilhosa! Coloquei vinho tinto em vez do branco, pois eu não tinha este.
    Simplesmente divina! Acompanhada de um vinho verde fica maravilhosa! Parabéns !

    Reply
    • Grazie Leticia!

      Reply
  20. boa tarde
    posso deixar o fungui pronto refogado e temperado ,e adicionar ao arroz na hora de servir
    gosto de preparar o arroz com vinho etc
    e em uma frigideira acrescentar o fungui com arroz e parmesão ,e claro a decoração prato a prato

    Reply
    • Ola Mazinha,
      voce pode mas assim o risoto nao tendra muito o sabor dos fungos. Sera mas suave.

      Reply
  21. Olá, Qual o tipo de vinho (tinto, seco… Marcas…) vocês indicariam para beber antes ou durante o prato?

    Reply
    • Oi Marcia, tudo bem?
      Um vinho que voce pode escolher sem problemas para acompanhar toda a refeiçao é um espumante Franciacorta. Dizer as marcas que estao presentes no Brasil fica complicado porque dai vai de cada estado mas acho bem dificil voce encontrar um Franciacorta no Brasil que seja de qualidade ruim. Isso pode acontecer mais facilmente com o Prosecco por exemplo, o qual esta sendo produzido em escalindustrial e as vezes a qualidade acaba sofrendo um pouco. O espumante Franciacorta se apresenta em diversas versoes em base ao residuo de açucar que possui (tem até o rose). Escolha neste caso a versao seca como o Brut ou até mesmo o dosaggio zero (ou pas dosé) che è menos de 3 gramas de açucar por litro.
      Espero que voce consiga encontra-lo, depois conta pra gente 🙂

      Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *