O Jägermeister nosso de cada dia

O Jägermeister nosso de cada dia

Uma das surpresas que tive a última vez que fui a São Paulo foi saber como vem consumido o Jägermeister. Para quem não sabe, o Jägermeister é uma bebida alcoólica feita com uma mistura de ervas, frutas e raízes. Digo simplesmente bebida alcoólica porque depois desta viagem eu não digo, ou pelo menos tento não dizer, que é um digestivo.

Para entender o porquê do nome digestido é necessario lembrar que aqui na Itália os licores feitos de ervas (como aqueles feitos com a liquiriza ou alcaçuz) são muito comuns e apreciados depois de uma refeição. Não existe um momento certo para beber um licor digestivo, algumas pessoas bebem depois ou antes do café, mas o principal é que seja depois de uma refeição. Por este motivo, aqui é de common sense que os licores, conhecidos como amari, são feitos para ajudar no processo digestivo.

Não sei ainda o quanto ajude realmente mas depois de alguns anos morando aqui começei a acreditar nisso e a não poder ficar sem um amaro, pelo menos depois de um jantar mais longo com diferentes pratos. Nisso tudo é que entra o Jägermeister, que junto com o Montenegro, é um dos meus licores preferidos (desta vez vou chamar de licor).

Toda essa minha certeza ou ilusão de que o “Jäger” ajudasse a digerir foi derrubada em SP quando soube que lá ele é consumido nas baladas como um drink e principalmente a shots. De queixo completamente caído, fui pesquisar e descobri que o Jägermeister chegou lá uns 5 anos atrás e o seu público alvo é mesmo aquele da noite, com direito a ônibus e promocões na frente das baladas.

Pesquisando no site brasileiro www.jagerbrasil.com.br ví que existem até vídeos de como beber o Jägermeister, com direito a mocinhas loiras que te servem a bebida como shot dentro de um tubo de ensaio. Depois disso tudo, a grande dúvida que me ficou é: afinal, como e quando o Jägermeister deve ser consumido? Não obtive a resposta nem do site oficial alemão do Jägermeister e evitei consultar o Wikipédia italiano já que sabia que estaria escrito somente que o Jägermeister é um digestivo.

No final, percebi que não iria encontrar uma regra geral de consumo e me rendi, ainda que eu ache muito estranho consumir uma bebida tão doce e densa na forma shot, mas é preciso admitir que cada um consome como bem quiser.

Eu por enquanto fico com o meu “Jäger” e um cubinho de gelo depois de um bom café espresso.

Também poderá te interessar:

20 Comments

  1. Eu acabei de voltar da Alemanha, de onde trouxe uma garrafa de Jägermeister. Aprendi com os alemães lá que essa bebida não é um digestivo, é um aperitivo, ou seja, ele deve ser consumido antes da refeição. O licor famoso alemão digestivo é o Underberg. Abraço!

    Reply
    • Oi Marcio, obrigada pela dica.
      A intenção do artigo era mais contar a diferença de consumo do Jager aqui na Itália respeito ao Brasil. Acabou faltando a parte alemã mas obrigada pela dica, vamos com certeza experimentar o Underberg 🙂
      Abraços!

      Reply
  2. Eu acabei de voltar da Alemanha, de onde trouxe uma garrafa de Jägermeister. Aprendi com os alemães lá que essa bebida não é um digestivo, é um aperitivo, ou seja, ele deve ser consumido antes da refeição. O licor famoso alemão digestivo é o Underberg. Abraço!

    Reply
    • Oi Marcio, obrigada pela dica.
      A intenção do artigo era mais contar a diferença de consumo do Jager aqui na Itália respeito ao Brasil. Acabou faltando a parte alemã mas obrigada pela dica, vamos com certeza experimentar o Underberg 🙂
      Abraços!

      Reply
  3. Um pessoal aqui em São Paulo costuma tomar Jäger com energético, e até a famosa Jägerbomb, mas, em Dublin, haviam pessoas que faziam drinks de Jäger com Vodka, e ficava ótimo. É bem legal ver como uma bebida pode ser consumida de maneiras tao diferentes.

    Reply
    • Verdade Eliezer, e pensar que aqui na Italia eles usam para “digerir” melhor 🙂

      Reply
  4. Informo e afirmo q o correto é tomá-lo diretamente do freezer. Devido o alto teor alcoólico não congela. Já tomei no tubo temperatura ambiente. Mas não se compara. Experimente o modo coreto e vai sentir o paladar. A bebida é maravilhosa e não falta onde vou eu levo. Absssss

    Reply
    • Obrigada pela dica Diedson 🙂

      Reply
    • Aliás, qualquer licor fica ótimo tomado diretamente do freezer. Guardo os meus ali, principalmente o de menta, que eu adoro. Receitinha: num copo baixo e largo colocar gelo picado, licor de menta e vodca. Delícia pura!

      Reply
  5. Conheci o Jägermeister em um PUP em Londres. Um ingles nos apresentou a bebida onde tomamos com energético (JägerBomb). Entao na inglaterra é muito usado desta forma.

    Reply
  6. Gostaria de saber se há interesse em fazer uma demostração do produro em nosso Halloween dia 29 de outubro na Trash House (Casa de Sucata) Congonhas MG
    Cordialmente Ferraz Presidente do Steel Goose Moto Group.
    O Espaço é maravilhoso ver nosso face Casa de Sucata.
    Zap 31 97546 7047

    Reply
    • Oi Luiz, por enquanto nao vendemos nenhum produto mas obrigada pelo convite 🙂

      Reply
  7. Boa matéria!

    Reply
    • Muito obrigada Ceci 😉

      Reply
  8. Gostaria de saber qual a diferença entre o Licor Jägermeister e o Aperitivo já que a diferença de preço é de 30%. Também seria bom informarem se já tem “cópias paraguaias” já de conhecimento do mercado. Obrigado

    Reply
    • Oi Wal,
      Não entendi, existem dois tipo de Jägermeister no Brasil?

      Reply
  9. Aqui em Sta Catarina, ele é consumido como digestivo e conservamos ele dentro do congelador da geladeira!!!Pronto é só consumi-lo!!

    Reply
    • E’ como fazemos aqui também Rosane 🙂
      Abraços

      Reply
  10. Hoje eu esperimentei está bebida. É uma mistura de Underberg com cynar. É boa antes do Chopp ou da cerveja.

    Reply
    • Obrigada pela mensagem, Jose 🙂

      Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *