Espumante: como escolher?

Espumante: como escolher?

Qual é o vinho adequado para as festas? Com certeza as bolhinhas são as mais adequadas para comemorar, mas também para acompanhar toda a ceia, da entrada à sobremesa.

Geralmente bebemos espumantes para acompanhar as sobremesas (bendito seja o Natal!), mas muitas vezes esquecemos que os vinhos espumantes também são adequados a alguns tipos de jantares, dependendo do grau de envelhecimento e da prevalência de uvas verdes ou vermelhas. Antes de tudo, temos que distinguir os espumantes secos dos doces, por seco se entende o baixo teor de açúcar. Na maioria dos casos, portanto, nós encontramos a etiqueta, dependendo do teor de açúcar e em ordem ascendente:

  1. Extra Brut: espumante de sabor seco, limpo, com uma nota ácida delicada, é ideal para um aperitivo, com canapés, peixe cru (sushi) e carpaccio de peixe, massas e peixes delicados.
  2. Brut: o clássico, ligeiramente frutado, ótimo para qualquer refeição.
  3. Dry: este é um espumante que vai bem com sobremesas, doces, foie gras, frutos do mar como mexilhões.
  4. Doce: apropriado para sobremesas e frutas.

Vamos então encontrar abreviações como cremant (ligeiramente espumante), cuveè (obtido a partir de uvas diferentes e/ou primeira prensagem), millesime (obtido através do processamento de uvas de um único ano). O preço de um espumante “millesime” é, em geral, maior do que um espumante “normal”, pois os fabricantes normalmente reservam as melhores uvas para a sua realização .

Espumante italiano

Voltando para a Itália, para aqueles que preferem os espumantes mais doces, aconselhamos espumantes da região do Piemonte (especialmente o delicioso Brachetto) que oferecem uma grande variedade de bolhinhas delicadas e frutadas, bem como os tipos de Moscato de excelente qualidade, embora não possam ser considerados como espumantes em todos os aspectos . Para os paladares mais refinados e propensos a um sabor seco, aconselhamos o Franciacorta, belo espumante facilmente comparável com o champanhe mais famoso.

Espaço especial para o Prosecco. Há muitos anos o espumante que substituiu o champanhe para celebrar o novo ano em todo o mundo e com razão,! Ele espumante possui uma relação qualidade/preço excelente e é muito mais fácil e menos exigente que o champanhe. O Prosecco é um vinho espumante produzido com uvas Glera exclusivamente na região do Veneto, nas áreas de Conegliano e Valdobbiadene. Nenhum produtor fora desta área pode chamar seu vinho espumante de Prosecco: http://ela.oglobo.globo.com/blogs/lucianafroes/posts/2011/12/26/proseccos-agora-bem-melhores-423423.asp

Qualquer tipo de espumante que você for escolher, lembre-se sempre que este tipo de vinho necessita de um processo de produção muito longo e delicado: não confie em garrafas que são baratas, e se o seu orçamento não é muito alto, escolha um bom Prosecco.

Também poderá te interessar:

  1. SPRITZ UM APERITIVO TODO ITALIANO
  2. O SGROPPINO, SORVETE ALCOLICO
  3. OS MELHORES ESPUMANTES ITALIANOS
  4. KIBE E COXINHA, UM APERITIVO CULT

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *